Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.
Romanos 8:28

segunda-feira, 8 de março de 2010

Diferenças Básicas entre os Profissionais de Enfermagem


Quanto à Escolaridade

ENFERMEIRO - Superior Completo, Terceiro Grau

Técnico de Enfermagem - Ensino Médio, Segundo Grau

Auxiliar de Enfermagem - Ensino Fundamental, Primeiro Grau


Quanto à Duração do Curso

ENFERMEIRO - 4 anos

Técnico de Enfermagem - 1 ano
Auxiliar de Enfermagem - 1 ano

Quanto à Competência no Pré-Hospitalar

(Portaria n.º 814/GM, de 01 de junho de 2001)

ENFERMEIRO

- supervisionar e avaliar as ações de enfermagem da equipe no Atendimento Pré-Hospitalar Móvel;

- executar prescrições médicas por telemedicina;

- prestar cuidados de enfermagem de maior complexidade técnica a pacientes graves e com risco de vida, que exijam conhecimentos científicos adequados e capacidade de tomar decisões imediatas;

- prestar a assistência de enfermagem à gestante, a parturiente e ao recém nato;

- realizar partos sem distócia;

- participar nos programas de treinamento e aprimoramento de pessoal de saúde em urgências, particularmente nos programas de educação continuada;

- fazer controle de qualidade do serviço nos aspectos inerentes à sua profissão;

- subsidiar os responsáveis pelo desenvolvimento de recursos humanos para as necessidades de educação continuada da equipe;

- obedecer a Lei do Exercício Profissional e o Código de Ética de Enfermagem;

- conhecer equipamentos e realizar manobras de extração manual de vítimas.

Técnico de Enfermagem

- assistir ao enfermeiro no planejamento, programação, orientação e supervisão das atividades de assistência de enfermagem;

- prestar cuidados diretos de enfermagem a pacientes em estado grave, sob supervisão direta ou à distância do profissional enfermeiro;

- participar de programas de treinamento e aprimoramento profissional especialmente em urgências/emergências;

- realizar manobras de extração manual de vítimas.

Os 10 Mandamentos do Socorrista


1. Manter sempre a calma;

2. Pensar sempre na ordem de segurança quando estiver prestando socorro; a) Primeiro "EU" (a minha segurança - do socorrista); b) Depois a da minha equipe e dos transcendentes; c) E por último a vítima;

3. Ao prestar socorro, deverá ligar ao atendimento Pré - Hospitalar já organizando, pelos números 193.

4. Antes de agir, verificar se há riscos no local para você e sua equipe.

5. Manter sempre o bom senso, que é nato do socorrista.

6. Manter sempre, o espírito de liderança, podendo ajuda e afastando os curiosos, que quase sempre atrapalham.

7. Distribui tarefas, assim os curiosos, que poderão ajudar sem atrapalhar;

8. Evitar manobras intempestivas (com pressa), mas certas e urgentes;

9. Em casos de várias vítimas, dê preferência para aquelas que correm maior risco de vida, após a triagem das mesmas (paradas cardíacas ou sangramento);

10. Seja socorrista e não herói. Que adianta salvar, se não tiver em mente transcrito o segundo mandamento.

Autor desconhecido.